segunda-feira, 11 de junho de 2012

Desvendado: O Projeto Marble Hornets


Como soaria aos seus ouvidos a história de um cineaste que torna-se enlouquecido pelo filme que fazia? E seu te dissesse que este filme está por aí, disponível para qualquer internauta incauto que decida por bem assistí-lo? E seu eu te dissesse que ele faz parte de um fenômeno crescente conhecido como “O Homem Magro” (The Slender Man originalmente).


O PROJETO MARBLE HORNETS
Pouco t
empo após o “Homem Magro” ter sido inserido permanentemente no inconsciente coletivo dos internautas mundo afora, o usuário do fórum virtual Something Awful, conhecido como Ce Gars, resolveu postar um relato sobre o assunto. Ele contou a história de um amigo de faculdade, Alex Kralie, que havia se deparado com problemas estranhos durante a filmagem de seus TCC, um longa metragem chamado Marble Hornets. Após 2 meses de filmagens, Alex aparentemente resolveu abandoner o filme, a faculdade e mudou-se de cidade e estado. Antes disso havia se encontrado com Ce Gars, que lhes pediu as fitas para que pudesse ajuda-lo a completar o projeto, mas Alex lhe sugeriu que queimasse as fitas.
Ce Gars, disse ter desanimado e deixou as fitas jogadas num canto do sótão, por cerca de 5 anos, quando Ce Gars (revelando chamar-se Jay) resolveu assistir aos vídeos e aparentemente encontrou algumas coisas perturbadoras nas imagens. Alguns dias após este relato, Jay postou o seguinte vídeo:

O video se espalhou com uma queimada na floresta. Jay continuou postando entradas quando encontrava algo de inusitado e com o passar do tempo fatos cada vez mais estranhos começaram a aparecer delineando apenas a ponta de um misterioso Iceberg. Tempos depois, um misterioso usuário do Youtube chamado totheark começou a enviar vídeos em resposta aos criados por Jay, muitos contendo imagens alternativas ou áudio perdido das fitas originais.

Assustador?
Sim.
Real? Definitivamente não.


O projeto Marble Hornets encontrou seu alicerce na moderna lenda urbana do “Homem Magro”, utilizando-a como base para o que é conhecido como Jogo de Realidade Alternativa (JRA). JRAs são narrativas interativas que usam nosso mundo real como ambiente de jogo, brincando com o dilema do “E se isso fosse real?”, conceito muito utilizado por cineastas, escritores e artistas mundo afora. Os JRAs também costumam usar a estética de “Isto não é um Jogo” que tem entre suas regras, a realidade absoluta na maior parte do tempo. Todos os números de telefone devem funcionar, os locais devem realmente existir, etc. Trata-se de total imersão na história e se você se deixar levar, ficará cada vez mais cativado pela suposta realidade apresentada. 

Marble Hornets funciona principalmente no Youtube, apesar que este tipo de jogo não tem limites de mídia ou plataforma, basta apenas ser convincente.

Canal do Youtube: http://youtube.com/marblehornets
Twitter Oficial: http://
twitter.com/marblehornets
Canal de TotHeark: http://www.youtube.com/user/totheark

Os primeiros 26 episódios já estão disponíveis em DVD como “The Marble Hornets Project – Season 1”
É recomendável que os vídeos sejam vistos durante o dia.

2 comentários:

MARCELO disse...

Olá Fritz, boa tarde meu nome é Marcelo. Saberia me dizer se existe, mais precisamente em São Paulo, algum grupo de pessoas sérias que investiguem casos de assombrações? Acompanho durante certo tempo já o programa americano T.A.P.S e comecei a me interessar muito pelo assunto.

Gostaria de saber se você tem contato com pessoas que investigam casos como o que vc postou da fábrica da Trol...levo muito a sério esse assunto e gostaria da possibilidade de me juntar a alguma equipe para realizar esses tipos de "pesquisas de campo"...

Se puder me ajudar, ficaria muito gradecido. Continue com o excelente trabalho aqui no blog.

Abraços.

Marcelo

Fritz Martiliano disse...

Olá Marcelo,
Infelizmente o único grupo realmente sério que conhecia parece não existir mais. Os membros sumiram e perdi o contato que tinha com os mesmos via internet.

Estou tentando montar um grupo porém nos falta a infra adequada.

Enviem-nos um e-mail e mantenha contato!
clownphobia@gmail.com

Grande Abraço!